Sem acordo por renovação, Léo Ceará vai treinar com time de transição do Vitória

Titular na estreia do Vitória na temporada, contra o Fortaleza, o atacante Léo Ceará vai passar a treinar com a equipe de aspirantes do clube que disputa o Campeonato Baiano. A decisão aconteceu após as duas partes não entrarem em acordo para a renovação do contrato. Léo tem vínculo com o Vitória até o fim de 2020.

Em comunicado divulgado na tarde desta terça-feira, o Vitória afirma que “apesar dos esforços, a diretoria do Vitória vem encontrando resistência por parte dos agentes para a renovação do contrato de Léo Ceará”. O clube garante que vai continuar “insistindo com as negociações” e que tem a intenção de renovar o vínculo com o jogador. Até lá, o “atleta ficará à disposição da equipe de Aspirantes”.

O Vitória encerra a nota afirmando que a “medida visa evitar a repetição de casos anteriores, em que o clube perdeu ativos importantes, com prejuízos milionários à instituição”.

Em contato com o GloboEsporte.com, o empresário de Léo Ceará, Bruno Ferreira, afirma que o jogador foi afastado e está triste com a situação. O agente lembrou do zagueiro Ramon, que atuou no Vitória em 2019, mesmo com um pré-contrato com o Cruzeiro.

– Foi afastado porque o presidente não entrou em acordo para fazer renovação. Ele quer jogar, ajudar. Ele foi afastado contra a sua vontade porque quer jogar. Até porque o Ramon ano passado jogou contrato vencendo e ajudou o clube. Ele não é obrigado a renovar. Ele tem contrato até dezembro de 2020 e quer cumprir o contrato. É difícil, ele está triste. Mas ele é empregado do clube e tem que acatar – disse Bruno Ferreira.

Apesar dos esforços, a diretoria do Vitória vem encontrando resistência por parte dos agentes para a renovação do contrato de Léo Ceará. Desde o retorno do atleta ao clube, alguns encontros foram realizados, e as exigências foram absurdas feitas pelos representantes de Léo.

A diretoria continuará insistindo com as negociações, pois a intenção é renovar o vínculo do atleta e proteger o seu ativo. Porém, dentro das condições do clube e seu orçamento financeiro para a temporada.

Assim, contra a nossa vontade, até que o contrato seja renovado, o atleta ficará à disposição da equipe de Aspirantes.

Essa medida visa evitar a repetição de casos anteriores, em que o clube perdeu ativos importantes, com prejuízos milionários à instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *